Lançamento do Debian GNU Linux 9 estável

Depois de 26 meses de desenvolvimento, o projeto Debian tem o orgulho de apresentar a sua nova versão estável 9 (codinome “Stretch“), que será suportada durante os próximos 5 anos, graças ao trabalho combinado da equipe de Segurança do Debian [1] e da equipe de Suporte de Longo Prazo do Debian [2].

1: http://security-team.debian.org/
2: https://wiki.debian.org/LTS

O Debian 9 é dedicado [3] ao fundador do projeto, Ian Murdock, que faleceu em 28 de dezembro de 2015.

3: http://ftp.debian.org/debian/doc/dedication/dedication-9.0.txt

 

Dedicado a Ian Murdock
Ian Murdock, o fundador do projeto Debian, faleceu em 28 de dezembro de 2015 em sua casa em San Francisco. Ele tinha 42 anos.

É difícil mensurar a contribuição de Ian para o Software Livre. Ele liderou o Projeto Debian desde a sua criação em 1993 até 1996, escreveu o manifesto Debian em janeiro de 1994 e criou o projeto ao longo de seus estudos na Universidade de Purdue.

Ian passou a ser o diretor fundador da Linux International, CTO do Free Standards Group e depois a Linux Foundation e lí­der do Projeto Indiana na Sun Microsystems, que ele descreveu como “tirar a lição que o Linux tem trazido para o sistema operacional e fornecer isso para o Solaris”.

O sucesso do Debian é um testemunho da visão de Ian. Ele inspirou inúmeras pessoas em todo o mundo para contribuir com o seu próprio tempo livre e habilidades. Mais de 350 distribuições são conhecidas como derivadas do Debian.

Nós, portanto, dedicamos o Debian 9 “stretch” para o Ian.

Os Desenvolvedores Debian

 

Na “Stretch”, a variante MySQL padrão agora é o MariaDB. A substituição dos pacotes do MySQL 5.5 ou 5.6 pela variante MariaDB 10.1 acontecerá automaticamente na atualização.

O Firefox e o Thunderbird retornam ao Debian com o lançamento da “Stretch”, e substituem as suas versões com as marcas removidas Iceweasel e Icedove, que estiveram presentes no repositório por mais de 10 anos.

Graças ao projeto “Reproducible Builds“, mais de 90% dos pacotes fonte incluídos no Debian 9 construirão pacotes binários idênticos bit-a-bit. Essa é uma funcionalidade de verificação importante que protege os usuários contra tentativas maliciosas de adulterar compiladores e redes de construção. Versões futuras do Debian incluirão ferramentas e metadados para que usuários finais possam validar a procedência de pacotes dentro do repositório.

Administradores e aquelas pessoas que estão em ambientes sensíveis a segurança podem se confortar em saber que o sistema gráfico X não exige mais privilégios de root para executar.

A versão “Stretch” é a primeira versão do Debian a apresentar a ramificação “modern” do GnuPG no pacote “gnupg”. Isso traz criptografia de curva elíptica, padrões melhores, uma arquitetura mais modular e suporte melhorado a smartcards. Nós continuaremos a fornecer a ramificação “classic” do GnuPG como gnupg1 para pessoas que precisam dela, mas agora ela está obsoleta.

Os pacotes de depuração estão mais fáceis de obter e usar no Debian 9 “Stretch”. Um novo repositório “dbg-sym” pode ser adicionado à lista de fontes do APT para fornecer símbolos de depuração automaticamente para vários pacotes.

O suporte a UEFI (“Unified Extensible Firmware Interface“), introduzido primeiramente na “Wheezy”, continua a ser consideravelmente melhorado na “Stretch”, e também suporta a instalação em firmware UEFI de 32 bits com um kernel de 64 bits. As imagens Debian live agora incluem suporte à inicialização UEFI como uma nova funcionalidade, também.

Esta versão inclui vários pacotes de software atualizados, tais como:

* Apache 2.4.25
* Asterisk 13.14.1
* Chromium 59.0.3071.86
* Firefox 45.9 (no pacote firefox-esr)
* GIMP 2.8.18
* GNOME 3.22
* Coleção de Compiladores GNU 6.3
* GnuPG 2.1
* Golang 1.7
* KDE Frameworks 5.28, KDE Plasma 5.8, KDE Applications 16.08
* LibreOffice 5.2
* Linux 4.9
* MariaDB 10.1
* MATE 1.16
* OpenJDK 8
* Perl 5.24
* PHP 7.0
* PostgreSQL 9.6
* Python 2.7.13 e 3.5.3
* Ruby 2.3
* Samba 4.5
* Systemd 232
* Thunderbird 45.8
* Tomcat 8.5
* Xen Hypervisor
* Xfce 4.12
* E mais de 51.000 outros pacotes de software prontos para uso, construídos a partir de pouco mais de 25.000 pacotes fonte.

Com essa ampla seleção de pacotes e seu tradicional amplo suporte de arquiteturas, o Debian mais uma vez se mantém fiel ao seu objetivo de ser o sistema operacional universal. Ele é apropriado para muitos casos diferentes de uso: de sistemas desktop a netbooks; de servidores de desenvolvimento a sistemas de cluster; e para servidores de bancos de dados, web ou armazenamento. Ao mesmo tempo, esforços adicionais para garantia de qualidade, como instalação automática e testes de atualização para todos os pacotes do repositório do Debian asseguram que a “Stretch” satisfaz as altas expectativas que os usuários têm de uma versão estável do Debian.

Um total de dez arquiteturas são suportadas: PC de 64 bits / Intel EM64T / x86-64 (amd64), PC de 32 bits / Intel IA-32 (i386), PowerPC de 64 bits little-endian da Motorola/IBM (ppc64el), IBM S/390 de 64 bits (s390x), para ARM, armel e armhf para hardware de 32 bits antigo e mais recente, além de arm64 para a arquitetura de 64 bits “Arch64”, e para MIPS, em adição às duas arquiteturas de 32 bits mips (big-endian) e mipsel (little-endian), há uma nova arquitetura mips64el para hardware de 64 bits little-endian. O suporte para PowerPC de 32 bits da Motorola/IBM (powerpc) foi removido na “Stretch”.

Caso você queira simplesmente testar o Debian 9 “Stretch” sem ter que instalá-lo, você pode usar uma das imagens live disponíveis, que carregam e executam o sistema operacional completo em um estado somente de leitura através da memória do seu computador. Se você gostar do sistema operacional, você tem a opção de instalá-lo no disco rígido do seu computador a partir da imagem live. A imagem live está disponível para CDs, pen drives USB e configurações com inicialização via rede. Inicialmente, essas imagens são fornecidas apenas para as arquiteturas amd64 e i386. Mais informações estão disponíveis na seção de imagens de instalação live no site web do Debian [4].

4: https://www.debian.org/CD/live/

Caso você prefira instalar o Debian 9 “Stretch” diretamente no disco rígido do seu computador, você pode escolher entre uma variedade de mídias de instalação, tais como discos Blu-ray, DVDs, CDs e pen drives USB, ou através da rede interna. Diversos ambientes de área de trabalho – GNOME, área de trabalho KDE Plasma e seus aplicativos, LXDE, MATE e Xfce – podem ser instalados através dessas imagens com a sua seleção desejada escolhida a partir dos menus de inicialização das mídias de instalação. Além disso, CDs e DVDs multiarquitetura estão disponíveis, os quais suportam instalação de múltiplas arquiteturas a partir de um único disco. Ou você sempre pode criar uma mídia de instalação USB inicializável (veja o Guia de Instalação [5] para mais detalhes). Para usuários de nuvem, o Debian também oferece imagens OpenStack pré-construídas [6] para as arquiteturas amd64 e arm64, prontas para uso.

5: https://www.debian.org/releases/stretch/installmanual
6: http://cdimage.debian.org/cdimage/openstack/current/

O Debian agora pode ser instalado em 75 idiomas, com a maioria deles disponível tanto em interfaces de usuário baseadas em texto como gráficas.

As imagens de instalação podem ser baixadas agora mesmo via bittorrent [7] (o método recomendado), jigdo [8] ou HTTP [9]; veja Debian em CDs [10] para informações adicionais. A “Stretch” em breve estará disponível em mídias físicas de DVD, CD-ROM e discos Blu-ray a partir de vários fornecedores [11], também.

7: https://www.debian.org/CD/torrent-cd/
8: https://www.debian.org/CD/jigdo-cd/#which
9: https://www.debian.org/CD/http-ftp/
10: https://www.debian.org/CD/
11: https://www.debian.org/CD/vendors

As atualizações para o Debian 9 a partir da versão anterior, Debian 8 (codinome “Jessie”), são tratadas automaticamente pela ferramenta de gerenciamento de pacotes apt-get na maioria das configurações. Como sempre, os sistemas Debian podem ser atualizados de forma indolor, no local, sem qualquer indisponibilidade forçada, mas é fortemente recomendado ler as notas de lançamento [12], assim como o guia de instalação [13] para possíveis problemas, e para instruções detalhadas de como instalar e atualizar. As notas de lançamento serão melhoradas e traduzidas para outros idiomas nas semanas após o lançamento.

12: https://www.debian.org/releases/stretch/releasenotes
13: https://www.debian.org/releases/stretch/installmanual

 

Sobre o Debian
O Debian é um sistema operacional livre, desenvolvido por milhares de voluntários ao redor do mundo que colaboram através da Internet. Os pontos chave do projeto Debian são a sua base de voluntários, a sua dedicação ao Contrato Social do Debian e ao Software Livre e o seu compromisso de fornecer o melhor sistema operacional possível. Este novo lançamento é outro passo importante nessa direção.

 

Informações de contato
Para mais informações, por favor, visite as páginas web do Debian em http://www.debian.org ou envie um e-mail (em inglês) para press@debian.org

Anúncios

Sobre Éder S. G.

https://edersg.wordpress.com

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: